• Michael, recomendo começar a irrigar com o controlador mais simples que houver no mercado e fazer a irrigação programando o número de pulsos, por tempo, conforme a ETC, em número de vezes por dia. Com isto você começa a entender como este tipo de sistema funciona na prática.
    O MRI não recomendo para comandar a irrigação, mas recomendo sua instalação em 3 profundidades, 20, 40 e 60cm para determinar velocidade de infiltração e armazenamento, ou seja, serão necessárias 3 baterias de capsulas de sensores para as 3 profundidades, vai ficar um pouco mais caro.
    Outra opção é trabalhar com tensiômetros, com tensímetro e ir tirando as medidas diáriamente e ir ajustando o tempo do pulso em função das limitações dos equipamentos.

    Instalar o MRI perto do gotejador só resolve o problema se seu solo for muito arenoso.

    O MRI aciona quando o KPA que deixou programado é atingido e só desliga quando a umidade o atinge novamente, logo, solos com maior armazenamento vão irrigar por muito tempo, porque a água vai demorar para infiltrar até a capsula.

    Se você programar o tempo ele corta pelo tempo.