Manejo de Irrigação

Manejo de Água em Agricultura Orgânica



1- Qual o papel da Agricultura Orgânica na conservação da Água doce do planeta?



a) Recuperação da estrutura física e biológica dos solos permite maior armazenamento de água durante os períodos de estiagem.

b)
A mesma estrutura que permite maior armazenamento de água durante a seca, permite maior infiltração de água, durante as chuvas, permitindo um maior reabastecimento dos lençóis freáticos, permitindo que a água faça seu caminho natural de alimentar as nascentes e os rios após as chuvas;

c)
A mesma estrutura física do solo que permite melhor infiltração de água e ar, também permite um desenvolvimento radicular mais vigoroso e profundo, ou seja, a planta explora um volume total de solo maior do que no convencional, tendo maior acesso a água e nutrientes, reduzindo a necessidade de irrigação, para algumas culturas chega a eliminar completamente, mas para hortliças, apenas reduz a quantidade de água necessária para irrigação.

d)
A manutenção do solo coberto reduz a evaporação, mantendo a água que já foi conservada, por mais tempo disponível para as raízes da planta

e)
A utilização de quebra-ventos e cercas-vivas reduz a velocidade do vento, reduzindo, conseqüentemente a evaporação, criando um microclima mais úmido e adequado para as plantas, essencial para regiões de estiagens severas.



2- Quais são as técnicas utilizadas para preservação da água na Agricultura Orgânica?



a) A adubação verde, mantém o solo coberto em períodos comercialmente ociosos, preservando a estrutura física e biológica dos solos e evitando perda de matéria orgânica, preservando a estrutura favorável para melhorar o enraizamento e a conservação da água nos períodos de veranicos. Nos períodos de chuva propícia áreas de boa infiltração de água, alimentando os lençóis freáticos. Nos períodos de seca reduz a evaporação porque o solo está coberto.

b)
Adubação orgânica: através de compostagem, bokashis(farelos fermentados) e biofertilizantes fazem a reposição da matéria orgânica consumida pelas plantas, pelo cultivo, pelos micro e macro organismos ecosistema agrícola, recuperando a fertilidade natural dos solos cultivados.

c)
Correção mineral sem sais soluveis: a correção mineral é feita porque muitos solos estão pobres quimicamente e precisam ter sua fertilidade química devolvida para que boas colheitas orgânicas sejam possíveis, isto é feito utililzando-se minerais de rochas moídas e outras fontes pouco solúveis ou de baixo de impacto sobre a microvida do solo, como fosfatos naturais, termofosfatos, sulfato de potássio e algumas fontes de micronutrientes permitidas pelas normas. Tais formas de minerais não agridem a microflora do solo como fazem as formas de adubação química mais utilizadas, que favorecem a mineralização da matéria orgânica do solo, contribuindo para a desagregação do solo e redução da sua capacidade de conservar água.

d)
Manejo mecânico brando: os solos sob manejo orgânico são trabalhados com máquinas e implementos, mas de forma a não destruir a estrutura física e biológica construída pelas demais práticas



3- Que tipo de irrigação deve ser utilizado na Agricultura Orgânica?



a) Por conceito a Agricultura Orgânica tem que buscar o menor custo energético e ambiental possível dessa forma os sistemas mais recomendados são os de Irrigação Localizada.

i.
Tipos de irrigação localizada:
1. Gotejamento
2. Micro-aspersão
3. Nebulização


ii. Observação
: para cada grupo tipo de irrigação localizada existem muitos modelos que devem ser dimensionados de acordo com as necessidades da cultura, do clima, do solo e das condições do produtor. Portanto, não existe um modelo que se aplica em toda e qualquer circunstância.

b) Vantagens da irrigação localizada:

i. Redução de deriva: como são aplicadas muito próximas à cultura ou ao solo existe pouca chance de evaporação antes que atinjam o alvo, a cultura ou o solo.
ii. Redução de evaporação: a mesma condição de proximidade do alvo de irrigação também reduz a perda por evaporação
iii. Restrição da área irrigada: o obetivo principal da irrigação localizada é irrigar apenas o alvo desejado, pode ser o colo da planta, a região das raízes, folhas, etc., ou seja, onde não existe raiz ou planta a ser irrigada não é feita aplicação de água.
iv. Impacto reduzido sobre o solo: como as gotas são pequenas e aplicadas a pequena distância do alvo a energia que carregam é pequena, portanto, resultando em pequeno impacto físico sobre o solo, evitando sua desagregação por impacto.



4- O que a Ensistec tem feito para colaborar para a conservação da água:



a) Temos trabalhado desde 1994 em desenvolver metodologias adequadas de manejo para irrigação localizada, visto que existia um enorme preconceito, no Brasil, em relação aos benefícios do sistema do gotejamento.

b)
O esforço e a persistência em aprender a manejar corretamente o sistema de irrigação por gotejamento nos levou a atingir bons êxitos em culturas como tomate, pimentão, berinjela, alface, melão, melancia e abobrinha italiana e várias outras, tornando viável para o produtor aumentar produtividade, reduzir custos, economizar água e melhorar muito a qualidade biológica de seus solos.

Ensistec Web Criativo Rodrigo | Designer Web e Designer Gráfico